sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Candidatos de São Vicente falam de Turismo na Associação Comercial

Foto de Renato Marchesini

Foi muito importante a presença dos Candidatos à Prefeitura neste Evento (ontem dia 22 de setembro). Os mesmos tiveram 10 minutos para apresentar propostas relacionadas ao comércio e turismo. Em seguida, responderam questões durante mais cinco minutos. Foi uma boa oportunidade para a população conhecer mais sobre cada plano de governo. 

O evento “Propostas para o Desenvolvimento do Turismo e do Comércio na Costa da Mata Atlântica” foi organizado e realizado pelo Santos e Região Convention & Visitors Bureau, Associação Comercial de São Vicente e OAB Subseção São Vicente.


Em noite com ótimo número de público e formadores de opinião, como lideranças e profissionais do Comércio, Segmentos do Turismo, Conselho de Políticas Culturais, Conselho de Turismo e Sociedade Vicentina.


Ressaltamos o Compromisso e a Presença dos Candidatos no Evento: Alfredo Martins, Fernando Bispo, Júnior Bozzela, Kayo Amado, Luciano Batista, Paulinho Alfaiate e Marcelo Omena.

No evento o COMTUR São Vicente aproveitou a presença dos candidatos a Prefeito de São Vicente e entregar a Carta Propostas para o Turismo de São Vicente ao qual esperamos que os mesmos como Prefeito ou Cidadãos façam de tudo e não meçam esforços para sua implementação/realização.


Abaixo segue Carta  Propostas para o Turismo de São Vicente. 
Elaborada pelo COMTUR de São Vicente.


Arquivo PDF AQUI



CARTA PROPOSTAS 
PARA O TURISMO DE SÃO VICENTE

Eleições Municipais 2016 – Prefeito (Executivo)

O COMTUR São Vicente (Conselho Municipal de Turismo de São Vicente) é um órgão regulamentado pela Lei nº 690.A e representado por conjunção de esforços de representantes do Poder Público e da Sociedade Civil conforme decreto nº 4357-A. É um órgão consultivo, deliberativo e de assessoramento à municipalidade nas questões referentes a atividade de turismo e sua transversalidade.
O COMTUR tem por objetivo principal formular e implementar a Política Municipal de Turismo Responsável, visando criar condições para o aperfeiçoamento e o envolvimento, em base sustentáveis, a atividade turística no Município de forma a garantir o bem estar de seus habitantes e turistas e o resguardo do patrimônio natural, histórico e cultural.

Nossa Constituição Federal em seu Artigo 180 determina o seguinte: “A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios promoverão e incentivarão o turismo como fator de desenvolvimento social e econômico”.

Assim o candidato a Prefeito em São assume o compromisso junto aos munícipes, e ao Conselho Municipal de Turismo de São Vicente SP (COMTUR São Vicente) que, uma vez eleito, não medira esforços para implementar as propostas abaixo apresentadas, considerando os desafios e oportunidades que estão colocados para o fortalecimento do Turismo em nosso município e região, e sendo o Poder Público o responsável por estas Políticas Públicas.

1) Criar e Manter a Pasta (Secretaria) EXCLUSIVA para o Turismo e com Secretário e Equipe que possua profissionais com Formação e Experiência em Turismo.

2) Que o Fundo Municipal do turismo seja gerido pelo COMTUR e SECTUR em Conjunto.

3) Constar atividade turística (planejamento) no Plano Diretor do Município.

4) Elaborar/ Construir o Plano Diretor de Turismo e sua revisão quando necessário. Pois tenho a ciência que no futuro as cidades que não possuírem este documento devidamente constituído não mais poderão receber verbas do DADE e da Secretaria de Turismo do Estado.

5) Todos recursos e obras DADE  (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) devem ter a aprovação do COMTUR. Para evitar desvio da função do mesmo que é para a atividade turística. E seja contemplado no Plano Municipal de Turismo. Necessidade de Lei.

6) Transparência no orçamento que a prefeitura destina à SETUR (TURISMO) e demonstrar para o COMTUR se é compatível com as necessidades e importância do setor para a economia da cidade. Adicionando demandas para o fomento do Turismo ao Sistema Orçamentário Municipal (leis orçamentárias): PPA (Plano Plurianual), LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e LOA (Lei Orçamentária Anual).

7) Suporte para trabalho da SETUR: A Secretaria de Turismo necessita de local adequado para trabalho, serviço de telefonia e internet e telefonia de confiança e boa velocidade, colaboradores e estagiários em número suficiente para devido funcionamento das demandas.

8) Incentivos Fiscais: Criar incentivos fiscais através de leis municipais que fomentem os investimentos e projetos turísticos e contribuam com os empreendedores já instalados.

9) Logística Reversa nos Impostos do Trade: O próprio imposto pago no município pelo trade turístico, poderia ser revertido para o Fundo Municipal de Turismo. Necessita que seja aprovado lei pelo legislativo. Valores revertidos para a própria atividade (em seu próprio ciclo produtivo) em nosso caso turismo.

10) Implantação do 0800 Turístico "Disk Tour".

11) Fazer um Site Exclusivo para o Turismo na cidade. (sob consentimento e aprovação do Comtur e Setur). Tendo banners de encaminhamento no site oficial da Prefeitura (www.saovicente.sp.gov.br).

12) Embelezamento e Paisagismo em Locais Turísticos e Vias de Acesso: Ruas e Avenidas sempre limpas (sem sujeira, entulho e mato), Calçadas e Via Pública em bom estado, Postes e Guias bem pintadas, lixeiras, árvores e jardins...

13) Criação de equipe especializada e permanente para manutenção de áreas e equipamentos turísticos.

14) Campanhas Educativas para Comunidade, Trade Turístico, Turistas e Instituições de Ensino (Bem Receber, Conhecimentos Históricos Culturais, Resíduos, Importância do Turismo...).

15) Criar um Calendário de Eventos Anual.

16) Implementação dos portais ou totens nas entradas e saída da cidade.

17) Os PITS (Pontos de Informação Turística) Necessidade de Manutenção e Adequações. Que seja dada a devida atribuição e função dos mesmos.

18) Programa Especial e Projetos de Iluminação dos Locais e  Atrativos Turísticos: Praias do Itararé e Gonzaguinha, Ponte Pênsil, Marco Padrão e outros...

19) Implantação de Acessibilidade em Locais, Vias, Atrativos de Interesse Turístico (Norma ABNT 9050).

20) Combate aos Ilegais e Piratas na Atividade Turística.

21) Combate aos pontos "esquinas" de prostituição (Itararé, Gonzaguinha, Presidente Wilson e Quintino Bocaiúva).

22) Combate aos Flanelinhas.

23) Políticas Referente aos Moradores de Rua. Como buscar parceiros públicos ou privados no sentido de construir e/ou equipar um imóvel para atender moradores de rua que desejem um lugar para dormir, alimentar-se e permanecer até que possam ser encaminhados ao local de origem (no caso de pessoas oriundas de outras cidades), clínicas de desintoxicação no caso dos dependentes químicos, ou reintegração ao seio familiar.

24) Politicas Referente Resíduos (lixo doméstico, lixeiras de rua, bituqueiras, coleta seletiva, entulho....) Assim conheço a Lei Federal nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Que certamente afetam a vida dos moradores e turistas.

25) Recursos Hídricos: Sabendo que os Rios, Manguezais, Estuários e Oceano estão cada dia mais poluídos. Resíduos sólidos e Esgoto. A constante Balneabilidade imprópria é reflexo desta total falta de política e abandono público pelos recursos hídricos da cidade. Assim adotarei: A) Estratégias e Ações para Bandeira Verde na Balneabilidade das Praias. B) Limpeza das areias das praias que estão com quantidade insuportável de Micro Lixo. C) Limpeza dos Manguezais e Estuários com quantidade enorme de Macro Lixo.

26) Incentivo ao Programa de Arborização na Cidade.

27) Programa Adote uma Praça.

28) Políticas de Trânsito para fomento do Turismo.- São Vicente precisa de Vagas para Ônibus de Turismo (desembarque/embarque) - Bolsão para parada/estacionamento dos veículos de turismo.

29) Apoio ao Selo Metropolitano da Baixada Santista (Circuito Turístico): Livre acesso para as Agências de Turismo Receptivo.

30) O Transporte Público de São Vicente deve divulgar nos luminosos e placas de itinerário também os atrativos turísticos da cidade.

31) Políticas  Referente à Segurança no Turismo (Turistas e Lugares de Interesse Turístico). Trabalho Integrado: Polícia Militar, Polícia Civil (Guarda Civil Municipal), COMSEG, Câmeras + Centrais de Monitoramento, Delegacias Móveis e Delegacia Turismo (Santos). Pelotão Especial GTur: dentro da GCM, com equipamentos (veículos, rádios...) e formado por agentes treinados especificamente para atendimento a turistas e lugares de interesse turístico).

32) Políticas Referente ao Atendimento de Emergências/Saúde: Hospitais e Prontos Socorros- Bombeiros e Samu - Defesa Civil.

33) Disciplinar e Fiscalizar práticas de Esporte e Abuso ao sossego público na Orla: A falta desta medida já vem gerando problemas a muito tempo.

34) Criação de Unidade de Conservação Municipal Parque do Voturuá (São Vicente + Santos). E assim Investimentos em Manejo de Trilhas (Pedreira, Pico do Urubu e Bicho Preguiça).

35) Manter aberto sempre o canal de comunicação, participar, divulgar e dar todo suporte para o devido funcionamento para o COMTUR.


Contando com Vossa Colaboração e Compromisso!

Sem mais, agradecemos desde já.

Atenciosamente,
Diretoria Gestão Julho 2016/Julho 2018 do COMTUR São Vicente SP.

  
Renato Marchesini
Presidente do COMTUR São Vicente

Cezar Matiussi
Secretário-Executivo COMTUR São Vicente

Claudionor José do Carmo
2º Secretário COMTUR São Vicente




Arquivo PDF AQUI







quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Empresa de Turismo de São Vicente participa do Prêmio Comunidade em Ação 2016 - Fomento ao Turismo Comunitário

Prezados Amigos, neste ano a Caiçara Expedições foi selecionada a participar do Prêmio Comunidade em Ação. Super Felizes!!!

..:: O Prêmio

O Prêmio Comunidade em Ação é uma parceria entre A Tribuna e a Ultracargo, que tem por objetivo valorizar as ações voluntárias de pessoas ou grupo de pessoas que abdicam de seu tempo em benefício de causas sociais.



..:: O Trabalho: Fomento ao Turismo Comunitário

Todos que nos conhecem e acompanham o trabalho da Caiçara Expedições sabem da legitimidade de nossos esforços em Fomento ao Turismo Comunitário. 

O turismo comunitário diz respeito a atividades e serviços ligados a comunidades que recebem visitantes. Muito mais que um segmento de turismo, o turismo comunitário é visto como uma ferramenta ou um instrumento de organização das comunidades, que exige que as famílias se envolvam de forma ativa em todas as etapas do trabalho: no planejamento, na execução, na avaliação e no monitoramento das atividades.

O turismo comunitário vem a ser uma opção de atividade para a comunidade, permitindo-lhes trabalhar no ecossistema local e em seu próprio espaço, divulgando suas tradições, conhecimentos e tão rica cultura. (MARCHESINI, 2012).

Acreditamos muito nesta atividade, pois ela transforma quem recebe (visitado) e transforma quem visita (viajante). Uma experiência marcante e transformadora. 

“TURISMO COMUNITÁRIO É ARTESANAL” Renato Marchesini

O projeto visa o envolvimento (planejamento regional), onde o turismo comunitário representa alternativa econômica e a educação ambiental, o exercício pleno de cidadania, com base na consciência de valorizar bens natural e cultural e toda sua transversalidade. 


..:: Área de Atuação

Os Projetos são realizados e desenvolvidos nos bairros da Ilha Diana e Caruara em Santos, Cota 200 em Cubatão e está em fase estudos e de implantação nos Morros de Santos e no Instituto Favela da Paz (Comunidade do Jardim Nakamura e Jardim Ângela, em São Paulo).



Vote no Projeto - Fomento ao Turismo Comunitário!

O seu Voto contribui e muito para impulsionarmos cada vez mais este que é um grande trabalho de transformação. Nos ajude com essa "Rede de Cooperação" !!!

*** Vote, Prestigie, Divulgue, Repasse ***



..:: Como Votar ::..

É muito fácil! Entre no link : https://goo.gl/NJlsv9

Você verá a imagem abaixo. Clique em Votar. 
Depois confirme seu Voto via seu perfil do Facebook




A Votação é até o dia 7 de outubro. Você pode votar 1 Vez por dia!

*** Vote, Prestigie, Divulgue, Repasse ***



..:: Veja a Matéria ::..

Conheça o nosso projeto: "Turismo para a Vida, roteiro de futuro"


Para visualizar matéria arquivo PDF ampliada AQUI

Veja também a Matéria no link Jornal a Tribuna AQUI 




Vote no Projeto - Fomento ao Turismo Comunitário!

*** Vote, Prestigie, Divulgue, Repasse ***


segunda-feira, 19 de setembro de 2016

4º Reunião Ordinária do COMTUR São Vicente

4º  Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Turismo de São Vicente (Gestão julho 2016/2018), que será realizada quinta-feira, dia 13 de Outubro de 2016, às 15h00, na dependências da Secretaria de Turismo (SETUR), localizado Av Nações Unidas 1750, Esplanada dos Barreiros em São Vicente-SP.


Obs..:: Como dia 12 de outubro é feriado - transferirmos para o dia seguinte dia 13 de outubro.
Segundo o regimento interno que diz. Art. 12. O Conselho reunir-se-á, ordinariamente, uma vez por mês, as 15 horas, toda segunda quarta-feira do mês, exceto feriados que será adiado por um dia, presente a maioria de seus membros, ou com qualquer quorum.......

Recomendamos a leitura da Ata da última Reunião. Segue para aprovação!
Qualquer sugestão de alteração por gentileza entre em contato. Segue página de Atas (AQUI).

Próximas Pautas:

1. Formação dos Grupos de Trabalho.

2. Fundo Municipal de Turismo (Fumtur) e gerido em Conjunto COMTUR e SECTUR.

3. Disciplinar Atividades de Praia.

4. Unidade de Conservação do Voturuá.

3. Assuntos Gerais. 
- (CARTA COMPROMISSO PELO TURISMO DE SÃO VICENTE - Eleições Municipais 2016 – Prefeito (Executivo).

A confirmação da presença e as justificativas de ausência dos membros do COMTUR devem ser enviadas através do e-mail, antes da próxima reunião.

Agradecemos a Todos que já estão Contribuindo para uma São Vicente Melhor!
COMTUR Democrático, Participativo e Transparente.
Precisaremos da Participação Pró Ativa de Todos!

Somente com o Diálogo e a União de Esforços teremos um Turismo Consolidado e Sustentável em São Vicente.
Qualquer dúvida e sugestão ficamos à disposição,

Muita Luz...

Renato Marchesini


quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Candidatos a Prefeito de São Vicente irão falar de Suas Propostas para o Turismo


O evento “Propostas para o Desenvolvimento do Turismo e do Comércio na Costa da Mata Atlântica” é organizado e realizado pelo Santos e Região Convention & Visitors Bureau, Associação Comercial de São Vicente e AOB Subseção São Vicente.

Será realizado na sede da Associação Comercial, dia 22 de abril às 19h00 conforme convite acima.

Nesta data do evento acima o COMTUR São Vicente irá aproveitar a presença dos candidatos a Prefeito de São Vicente e entregar a Carta Propostas para o Turismo de São Vicente ao qual esperamos que os mesmos como Prefeito ou Cidadãos façam de tudo e não meçam esforços para sua implementação/realização.


Abaixo segue Carta  Propostas para o Turismo de São Vicente. 
Elaborada pelo COMTUR de São Vicente.


Arquivo PDF AQUI



CARTA PROPOSTAS 
PARA O TURISMO DE SÃO VICENTE

Eleições Municipais 2016 – Prefeito (Executivo)

O COMTUR São Vicente (Conselho Municipal de Turismo de São Vicente) é um órgão regulamentado pela Lei nº 690.A e representado por conjunção de esforços de representantes do Poder Público e da Sociedade Civil conforme decreto nº 4357-A. É um órgão consultivo, deliberativo e de assessoramento à municipalidade nas questões referentes a atividade de turismo e sua transversalidade.
O COMTUR tem por objetivo principal formular e implementar a Política Municipal de Turismo Responsável, visando criar condições para o aperfeiçoamento e o envolvimento, em base sustentáveis, a atividade turística no Município de forma a garantir o bem estar de seus habitantes e turistas e o resguardo do patrimônio natural, histórico e cultural.

Nossa Constituição Federal em seu Artigo 180 determina o seguinte: “A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios promoverão e incentivarão o turismo como fator de desenvolvimento social e econômico”.

Assim o candidato a Prefeito em São assume o compromisso junto aos munícipes, e ao Conselho Municipal de Turismo de São Vicente SP (COMTUR São Vicente) que, uma vez eleito, não medira esforços para implementar as propostas abaixo apresentadas, considerando os desafios e oportunidades que estão colocados para o fortalecimento do Turismo em nosso município e região, e sendo o Poder Público o responsável por estas Políticas Públicas.

1) Criar e Manter a Pasta (Secretaria) EXCLUSIVA para o Turismo e com Secretário e Equipe que possua profissionais com Formação e Experiência em Turismo.

2) Que o Fundo Municipal do turismo seja gerido pelo COMTUR e SECTUR em Conjunto.

3) Constar atividade turística (planejamento) no Plano Diretor do Município.

4) Elaborar/ Construir o Plano Diretor de Turismo e sua revisão quando necessário. Pois tenho a ciência que no futuro as cidades que não possuírem este documento devidamente constituído não mais poderão receber verbas do DADE e da Secretaria de Turismo do Estado.

5) Todos recursos e obras DADE  (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) devem ter a aprovação do COMTUR. Para evitar desvio da função do mesmo que é para a atividade turística. E seja contemplado no Plano Municipal de Turismo. Necessidade de Lei.

6) Transparência no orçamento que a prefeitura destina à SETUR (TURISMO) e demonstrar para o COMTUR se é compatível com as necessidades e importância do setor para a economia da cidade. Adicionando demandas para o fomento do Turismo ao Sistema Orçamentário Municipal (leis orçamentárias): PPA (Plano Plurianual), LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e LOA (Lei Orçamentária Anual).

7) Suporte para trabalho da SETUR: A Secretaria de Turismo necessita de local adequado para trabalho, serviço de telefonia e internet e telefonia de confiança e boa velocidade, colaboradores e estagiários em número suficiente para devido funcionamento das demandas.

8) Incentivos Fiscais: Criar incentivos fiscais através de leis municipais que fomentem os investimentos e projetos turísticos e contribuam com os empreendedores já instalados.

9) Logística Reversa nos Impostos do Trade: O próprio imposto pago no município pelo trade turístico, poderia ser revertido para o Fundo Municipal de Turismo. Necessita que seja aprovado lei pelo legislativo. Valores revertidos para a própria atividade (em seu próprio ciclo produtivo) em nosso caso turismo.

10) Implantação do 0800 Turístico "Disk Tour".

11) Fazer um Site Exclusivo para o Turismo na cidade. (sob consentimento e aprovação do Comtur e Setur). Tendo banners de encaminhamento no site oficial da Prefeitura (www.saovicente.sp.gov.br).

12) Embelezamento e Paisagismo em Locais Turísticos e Vias de Acesso: Ruas e Avenidas sempre limpas (sem sujeira, entulho e mato), Calçadas e Via Pública em bom estado, Postes e Guias bem pintadas, lixeiras, árvores e jardins...

13) Criação de equipe especializada e permanente para manutenção de áreas e equipamentos turísticos.

14) Campanhas Educativas para Comunidade, Trade Turístico, Turistas e Instituições de Ensino (Bem Receber, Conhecimentos Históricos Culturais, Resíduos, Importância do Turismo...).

15) Criar um Calendário de Eventos Anual.

16) Implementação dos portais ou totens nas entradas e saída da cidade.

17) Os PITS (Pontos de Informação Turística) Necessidade de Manutenção e Adequações. Que seja dada a devida atribuição e função dos mesmos.

18) Programa Especial e Projetos de Iluminação dos Locais e  Atrativos Turísticos: Praias do Itararé e Gonzaguinha, Ponte Pênsil, Marco Padrão e outros...

19) Implantação de Acessibilidade em Locais, Vias, Atrativos de Interesse Turístico (Norma ABNT 9050).

20) Combate aos Ilegais e Piratas na Atividade Turística.

21) Combate aos pontos "esquinas" de prostituição (Itararé, Gonzaguinha, Presidente Wilson e Quintino Bocaiúva).

22) Combate aos Flanelinhas.

23) Políticas Referente aos Moradores de Rua. Como buscar parceiros públicos ou privados no sentido de construir e/ou equipar um imóvel para atender moradores de rua que desejem um lugar para dormir, alimentar-se e permanecer até que possam ser encaminhados ao local de origem (no caso de pessoas oriundas de outras cidades), clínicas de desintoxicação no caso dos dependentes químicos, ou reintegração ao seio familiar.

24) Politicas Referente Resíduos (lixo doméstico, lixeiras de rua, bituqueiras, coleta seletiva, entulho....) Assim conheço a Lei Federal nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Que certamente afetam a vida dos moradores e turistas.

25) Recursos Hídricos: Sabendo que os Rios, Manguezais, Estuários e Oceano estão cada dia mais poluídos. Resíduos sólidos e Esgoto. A constante Balneabilidade imprópria é reflexo desta total falta de política e abandono público pelos recursos hídricos da cidade. Assim adotarei: A) Estratégias e Ações para Bandeira Verde na Balneabilidade das Praias. B) Limpeza das areias das praias que estão com quantidade insuportável de Micro Lixo. C) Limpeza dos Manguezais e Estuários com quantidade enorme de Macro Lixo.

26) Incentivo ao Programa de Arborização na Cidade.

27) Programa Adote uma Praça.

28) Políticas de Trânsito para fomento do Turismo.- São Vicente precisa de Vagas para Ônibus de Turismo (desembarque/embarque) - Bolsão para parada/estacionamento dos veículos de turismo.

29) Apoio ao Selo Metropolitano da Baixada Santista (Circuito Turístico): Livre acesso para as Agências de Turismo Receptivo.

30) O Transporte Público de São Vicente deve divulgar nos luminosos e placas de itinerário também os atrativos turísticos da cidade.

31) Políticas  Referente à Segurança no Turismo (Turistas e Lugares de Interesse Turístico). Trabalho Integrado: Polícia Militar, Polícia Civil (Guarda Civil Municipal), COMSEG, Câmeras + Centrais de Monitoramento, Delegacias Móveis e Delegacia Turismo (Santos). Pelotão Especial GTur: dentro da GCM, com equipamentos (veículos, rádios...) e formado por agentes treinados especificamente para atendimento a turistas e lugares de interesse turístico).

32) Políticas Referente ao Atendimento de Emergências/Saúde: Hospitais e Prontos Socorros- Bombeiros e Samu - Defesa Civil.

33) Disciplinar e Fiscalizar práticas de Esporte e Abuso ao sossego público na Orla: A falta desta medida já vem gerando problemas a muito tempo.

34) Criação de Unidade de Conservação Municipal Parque do Voturuá (São Vicente + Santos). E assim Investimentos em Manejo de Trilhas (Pedreira, Pico do Urubu e Bicho Preguiça).

35) Manter aberto sempre o canal de comunicação, participar, divulgar e dar todo suporte para o devido funcionamento para o COMTUR.


Contando com Vossa Colaboração e Compromisso!

Sem mais, agradecemos desde já.

Atenciosamente,
Diretoria Gestão Julho 2016/Julho 2018 do COMTUR São Vicente SP.

  
Renato Marchesini
Presidente do COMTUR São Vicente

Cezar Matiussi
Secretário-Executivo COMTUR São Vicente

Claudionor José do Carmo
2º Secretário COMTUR São Vicente




Arquivo PDF AQUI





Nota de Falecimento Nery Ambrozio


O COMTUR de São Vicente lamenta muito o falecimento de Nery Ambrozio, que por muitos anos acreditou e se dedicou como Membro e também como Presidente deste Conselho. Expressamos nossas sinceras condolências a todos seus familiares e amigos.

Foi e Sempre um Grande Idealizador e Uma Pessoa Inspiradora.

Que Deus vos acompanhe e o guie com o seu amor e com a sua luz. Amém!



O Velório será no Memorial Necrópole Ecumênica em Santos  das 8h00 às 15h00. A Cremação às 15h00.


Renato Marchesini
Presidente do Comtur de São Vicente


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Parâmetros para Elaboração do Plano Diretor de Turismo dos Municípios

Olá Membros e Amigos do Turismo de São Vicente!Para que assim todos saibamos e equacionamos os saberes sobre os parâmetros para a elaboração do Plano Diretor de Turismo Municipal.Precisamos Trabalhar nisso Urgentemente!Renato Marchesini

GABINETE DO SECRETÁRIO
Resolução ST - 14, de 21-6-2016
Estabelece parâmetros para elaboração do Plano Diretor de Turismo dos municípios e dá outras providências
O Secretário de Turismo do Estado de são Paulo conforme Lei Complementar Estadual 1.261 de 29-04-2015 resolve:
Artigo 1º - O Plano Diretor de Turismo do Município deverá ser elaborado pelo órgão de turismo da Prefeitura ou em convênio com Faculdade de Turismo ou entidade pública ou privada especializada, com a aprovação do Comtur e da Câmara Municipal.
Artigo 2º - Para a elaboração do Plano Diretor é essencial:
I - Ter o Inventário Turístico do Município e o Comtur.
II - Ter participação efetiva e determinante do Comtur – Conselho Municipal de Turismo na elaboração do Plano, em parceria com o órgão municipal de turismo na definição de metas e projetos.
III - Realizar ao menos uma audiência pública, oficina ou similar para a participação de outros agentes interessados e para conceber as metas para o turismo local de curto, médio e longo prazo, principais pontos positivos e negativos e indicações de prioridades e possibilidades de exploração de segmentos turísticos.
IV - Considerar os aspectos ambientais, culturais, sociais e de preservação do patrimônio material e imaterial e sua interação sustentável com a atividade turística. No anexo III temos uma orientação para elaboração de plano diretor.
Parágrafo único. É recomendável que o Plano Diretor de Turismo seja avaliado por um profissional da área, preferencialmente um Turismólogo ou Técnico em Turismo.
Artigo 3º - A composição mínima do Plano Diretor será a descrita no Anexo I desta Resolução.
Artigo 4º - A presente Resolução entra em vigor na data de sua publicação.
Romildo Campello 
Secretário de Turismo


ANEXO I

O Plano Diretor de Turismo do Município deverá ser composto basicamente de:
A - Apresentação / Metodologia 
B – Inventário/Diagnóstico
C - Prognóstico
D - Plano de Ações


A- APRESENTAÇÃO / METODOLOGIA

- Apresentação do Plano – breve texto sobre o plano diretor de turismo, sua importância e abrangência;
- O município – características turísticas da cidade;
- Objetivos 
- texto explicativo sobre os objetivos do plano; 
- breve histórico e caracterização do território;
- aspectos históricos e culturais da cidade;

- índices e dados do municípios – demografia, IDH, clima, hidrografia, educação, criminalidade, economia - produção agrícola, principais produtos, indústria principais setores, comércio e serviços – mais destacados;
- inserção regional e acessibilidade – acesso rodoviário, ferroviário, hidroviário, principais vias urbanas;
- legislação municipal. Existe Plano Diretor do município? O que ele interfere no turismo. Legislação ambiental, urbana, rural;
- Mapa do município;
- Comtur – composição, periodicidades das reuniões, princi- pais temas abordados nas reuniões. O COMTUR deve participar ativamente da elaboração do Plano Diretor de Turismo;
- Participação no Desenvolvimento Regional;

B - INVENTÁRIO / DIAGNÓSTICO

- Apresentação dos principais elementos que fazem parte da oferta turística do município.
Pode ser dividido em núcleos:
- Atrativos Naturais;
- Atrativos Culturais;
- Eventos;
- Meios de Hospedagem;
- Alimentos e Bebidas;
- Outras estruturas turísticas – agências de viagens, agências de receptivo, transportadoras, posto de informações, espaço para eventos; 
- Infraestrutura de Apoio.


C - PROGNÓSTICO – ANÁLISE E PROPOSTAS

- Apresentar as sugestões do Comtur e da(s) audiência(s) pública(s) realizadas;
- Definir os pontos fortes e fracos do município;
- Definir estratégias para desenvolver/consolidar o turismo no município;
- Sugerir as principais prioridades para o turismo (locais/ regiões);
- Observar as potencialidades regionais e a inserção do município.


CONCLUSÃO/PLANOS DE AÇÃO

- Propostas de ações conjuntas para o município;
- Considerações finais;
- Referência bibliográfica e de pesquisa – listar as fontes consultadas.
- Estudo da demanda turística
Esse estudo tem como objetivo comprovar o potencial turístico do município, previsto no inciso I do art. 3o, ou seja, demonstrar o fluxo turístico local, realizar previsões de visitação e conhecer o perfil do visitante. Independente do número de visitantes que será aferido, esse estudo é importante para o planejamento adequado do turismo local, sendo que o mesmo deverá ser realizado pela Prefeitura em convênio com Faculdades de Turismo, ou com órgãos públicos (como FGV Fundação Getulio Vargas, Senac, Emplasa, Etec ́s e outros), entidades ou empresas devidamente habilitadas para essa finalidade.
A pesquisa seja realizada em locais que atraiam turistas (hotéis, cachoeiras, museus, igrejas, posto de informações, eventos etc) em períodos distintos, por exemplo, férias, fim de semana prolongado, fim de semana normal e com grupos distintos (não pesquisar todos de uma mesma excursão).
- Inventário
Relação detalhada dos atrativos turísticos existentes do município (naturais, culturais ou artificiais) que devem ser de uso público e caráter permanente, com suas respectivas localizações e vias de acesso, a fim de comprovar a exigência estabelecida no inciso IV do artigo 3º. Incluem-se dentre os atrativos as manifestações tradicionais e populares, as realizações técnicas e científicas contemporâneas e os eventos programados. (ver modelo do Inventário Estadual)
No inventário dos equipamentos e serviços turísticos e de infraestrutura de apoio turístico do município deverá relacionar e informar, especialmente, sobre:
- os meios de hospedagem existentes no local e/ou na região, até 40 km de distância do marco zero, indicando os respectivos endereços, número do CNPJ (cadastro nacional da pessoa jurídica) e do registro no Cadastur (Sistema de Cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor do turismo, executado pelo Ministério do Turismo, em parceria com os Órgãos Oficiais de Turismo). Esta relação pode considerar não apenas os estabelecimentos hoteleiros como também os meios de hospedagem extra-hoteleiros;
- os serviços de alimentação existentes no local, com estru- tura fixa ou não, adequados para o atendimento ao turista nos 7 dias da semana.
- o serviço de informação turística deve contar, no mínimo, com um “site”na Internet e posto informativo localizado no portal da cidade ou em um dos próprios da Prefeitura ou de representante do Comtur, de fácil acesso ao turista.
- outros serviços relevantes ao pleno atendimento da demanda turística como o serviço médico emergencial, serviços bancários, comunicação e a infraestrutura básica capaz de atender às populações fixas e flutuantes no que se refere a abastecimento de água potável, sistema de coleta e tratamento de esgotos sanitários e gestão de resíduos sólidos.
D.O. 22.06.2016 AQUI

Fico à disposição.   Renato Marchesini - renato@caicaraexpedicoes.com

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Candidatos a Prefeitura de São Vicente participam de Roda de Conversa sobre Cultura



CMPC-SV: Roda de conversa com prefeituráveis sobre cultura em SV


O futuro das políticas culturais de São Vicente será discutido em roda de conversa com prefeituráveis e Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC-SV) nesta próxima terça-feira (dia 13), às 19 horas, na Associação Comercial de São Vicente (Rua Jacob Emmerich, 1238).



Após convidarmos todos os candidatos à Prefeitura nesta semana, nós, do CMPC-SV, apresentaremos oficialmente neste evento a carta do 4º Fórum Vicentino de Cultura, que contempla as demandas e prioridades da classe artística e comunidade em geral sobre as políticas culturais.



Em seguida, realizaremos uma roda de conversa com os prefeituráveis presentes sobre as perspectivas de cada candidato a respeito das políticas do setor. 



Contamos com a presença de toda a população para participar deste encontro.

Saiba mais sobre o Evento..:: AQUI

3º Reunião Ordinária do COMTUR São Vicente

3º  Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Turismo de São Vicente (Gestão julho 2016/2018), que será realizada quarta-feira, dia 14 de Setembro de 2016, às 15h00, na dependências da Secretaria de Turismo (SETUR), localizado Av Nações Unidas 1750, Esplanada dos Barreiros em São Vicente-SP.
Recomendamos a leitura da Ata da última Reunião. Segue para aprovação!
Qualquer sugestão de alteração por gentileza entre em contato. Segue Ata (AQUI).
Próximas Pautas:
1. CARTA COMPROMISSO PELO TURISMO DE SÃO VICENTE - Eleições Municipais 2016 – Prefeito (Executivo).
2. Criação de Grupos Temáticos. Importante Ação para começarmos dar encaminhamento e solução a quais quesitos consideramos prioridade. 
3. Assuntos Gerais.
A confirmação da presença e as justificativas de ausência dos membros do COMTUR devem ser enviadas através do e-mail, antes da próxima reunião.
Agradecemos a Todos que já estão Contribuindo para uma São Vicente Melhor!
COMTUR Democrático, Participativo e Transparente.
Precisaremos da Participação Pró Ativa de Todos!
Somente com o Diálogo e a União de Esforços teremos um Turismo Consolidado e Sustentável em São Vicente.
Qualquer dúvida e sugestão ficamos à disposição,
Muita Luz...
Renato Marchesini